<$BlogMetaData$>


         
Livro de Visitas        FALE CONOSCO!             Leitor(es) online                   Arquivos 2003

27 de agosto de 2007

 

Ler para não Adoecer - Ciências

Esse projeto, desenvolvido com as 7ª séries B e C, teve como objetivo, mostrar aos envolvidos a relação da vida saudável com sua alimentação.
No primeiro momento, os grupos de alunos investigaram a composição dos alimentos através da análise dos rótulos nutricionais de cada produto. Investigaram também todos os transtornos alimentares e doenças que podem ser evitadas com uma boa alimentação.

as massas do pão preparado na Escola Dinah

Em seguida, fizeram a releitura dos dados e obtiveram a relação de alimentos indicados para uma boa alimentação.
Os resultados desse trabalho foram encartes feitos pelos próprios alunos, com a frase “A gente é o que a gente come”.
A importância de uma boa alimentação nessa idade está relacionada também com a auto-estima de cada adolescente.
Tendo em vista que a maioria dos jovens busca hoje um corpo perfeito, baseado em uma magreza notória e, privando assim, o hábito de alimentar-se para suprir todas as necessidades vitais, aproveitei a oportunidade, e distribuí aos alunos uma lista de compra de supermercado, orientando-os que saíssem às ruas com a finalidade de obter preços variados.
Essa lista tinha apenas alimentos saudáveis e itens para alimentar uma família de quatro pessoas (2 adultos e 2 crianças) por exatamente um mês.



preparo das batatasOs resultados foram incríveis: tivemos uma variação de preços de até R$ 400,00 por lista. Isto prova que podemos fazer economia apenas escolhendo produtos mais baratos e não tendo que deixar de comprar alimentos saudáveis.
O outro lado da pesquisa mostrou o quanto uma família precisa ganhar financeiramente para se manter, envolvendo ainda outros gastos básicos como água, energia elétrica, aluguel e medicamentos.
Enfim, esses alunos, através de um simples tema que foi a alimentação, obtiveram com o estudo dirigido e a leitura orientada, conhecimentos sobre as conseqüências de uma má alimentação e o custo para se manter uma boa saúde; a importância do emprego de seus pais e o valor do que se coloca no prato!
Então, lembre-se:
Comer bem não significa comer muito, mas sim, comer alimentos saudáveis.


Prof. Andrezza Guirro leciona Ciências na Escola Dinah.




Veja as matérias anteriores nos arquivos.
Criação, Edição e Atualização
Paulo Antonouza